Páginas

domingo, 11 de setembro de 2011

VOLTANDO A PENSAR NO CÉU







Fala-se tanto hoje em prosperidade na terra que muitas pessoas, dentro da Casa de Deus, começam a esquecer-se do Céu.
O Céu não é uma falácia, nem uma utopai. O Céu é real e precisamos pensar nele.
De Gênesis a Apocalipse, toda a Bíblia menciona o Céu. No singular a palavra céu aparece em 335 versículos e no plural, em 380. Logo, em quase 700 versos da Escritura Sagrada.


O Céu será nossa definitiva e eterna morada. Trata-se de um lugar perfeito, obra do Eterno Criador.
Como a Bíblia declara que a fé vem pelo ouvir, se o povo está crendo ou pensando ou desejando menos o Céu, é porque os pregadores o onitem de suas mensagens.


Precisamos trazê-lo de volta para a tribuna sagrada. Nossa mente precisa afastar-se um pouco das coisas que perecem e ocupar-se com as que permanecem, Cl 3.1,2.
Quanto mais acumulamos tesouros na terra, menos possbilidade existe de os termos nas regiões celestiais, segundo nos ensina Jesus em Mt 6.20,21.


O Céu é um lugar real, habitado por pessoas reais. Hoje é o lar dos seres celestiais. Amanhã receberá a Igreja triunfante, que a eles se juntará, Ap 21.1,2; Jo 14.2; Hb 11.9,10.
Paulo descreve em II Co 12.2,3 uma viagem feita por ele ao Paraiso, o lugar que precede a residencia futura da Igreja, a comunidade dos que nasceram de novo e foram feitasnovas criaturas em Cristo, II Co 5.17.


Deus mantém pessoalmente o governo do Céu e jamais permite que lá haja trsiteza, dores, pecado, lágrimas e morte, Ap 21.3-8,27.
O Céu é um lugar de glória plena, absoluta, interminável e majestosa. Essa glória é o reflexo natural e permanente da própria glótia de Deus, Ap 21.23.. Para lásomente iráo os que crerem em Cristo. Ele mesmo disse a Marta: Não te hei dito que se creres verás a glória de Deus?


O Céu é um lugar de alegria perene, gozo infindável e louvor permanente. Lá nós cantaremos e ouviremos cantar o cântico da redenção, Ap 15.3; 22.1-5.
Em Apocalipse também lemos do tamanho do Céu (21.15,16), do seu santuário (21.22,23), de sua suficiência (22.2) e do trabalho que ali se realiza, 22.3.


O Salmo 15 apresenta uma lista das pesosas que moraráo no Céu.
Enquanto estivermos aqui na Terra, mantenhamos firme a convicção, a inabalável certreza de que Deus nos ouve desde o céu, como se lê no salmo 20, verso 6: Agora sei que o Senhor salva o seu ungido; ele o ouvirá desde o seu santo céu, com a força salvadora da sua mão direita.


Não esqueçamos o Céu, amado. Lá existe Alguém que cuida de nós aqui na terra: Quem tenho eu bo céu senão a ti? e na terra não há quem eu deseje além de ti. Sl 73.25.
Que nenhuma onde de materialismo e nenhum humanismo irracional nos afaste do centro da vontade de Deus, até que os nossos dias se findem e cheguemos ao Céu, onde já está para nós preparado um santo lugar.